Buscar
  • Ilana Majerowicz

Celebrando o maior aprendizado que a Sociocracia me deu esse ano

// Bom o suficiente para agora



Uma das maiores travas no processo de TOMADA de DECISÃO em coletivos (mas também serve para decisões individuais) é o desejo de chegar no CONSENSO ou no lugar IDEAL, na proposta PERFEITA, onde atenda aos desejos e opiniões de todos. 

Isso vêm gerando desgaste em grupos que atuam de forma colaborativa há anos!!! Isso têm levado ecovilas, comunidades, organizações e coletivos chegarem ao fim, com pessoas saindo frustradas com os processos e desacreditadas no poder do coletivo.


Na pesquisa que venho fazendo esse ano, junto ao grupo GAPS, na TERRA - Transição de Empreendedores em Rede Rumo a Abundância, e com os queridos parceiros de facilitações Leonardo Napoli Pollo e Roberto Sciortino, percebo que entrar no mindset da tomada de decisão por CONSENTIMENTO, ou seja, chegar no "bom e seguro o suficiente para o momento", é um ato de entrega e confiança no processo incríveis, que só vivendo a experiência para descobrir o poder disso.


Experimentar essa maneira de cocriar projetos, trabalhos, e decisões me trouxe uma segurança interna que jamais havia experimentado. Uma segurança de que é no processo que criamos a realidade, que saímos de nossas caixas individuais, egóicas e idealistas para se sentir parte de um todo e cocriar com ele. Para se mover com a abundância do universo.

Isso tudo por que precisamos uns dos outros para perceber e desconstruir nossas crenças. Crenças de um sistema que sustentamos sem querer mesmo quando nossa intenção é transformá-lo. E o que ficou muito claro pra mim, é que uma das maiores barreira para se conectar com essa entrega ao fluxo e abundância, é a nossa crença de que somos INSUFICIENTES. Por consequência disso, quando estamos juntos, repetimos os padrões de insuficiência naquilo que fazemos.


É isso, nascemos cheio de luz, de energia, de potência.  Aos poucos a escola, os pais, a sociedade que já está impregnada com essa crença vai nos dizendo que não somos nada e que precisamos de tudo que venha de fora. Não somos capazes de aprender sem um professor, não somos capazes de conhecer nossos limites sem leis, regras e proibições, não somos capazes de saber o que queremos fazer sem que nos digam o que é melhor pra gente. E assim, vamos nos movendo para estar sempre se preenchendo de fora para dentro e perdemos nossa orientação interna que sabe o que é suficiente para si.

Por isso vivemos de exageros (consumo, trabalho, sexo...), vivemos acreditando que nunca estamos prontos, que nunca temos o suficiente em termos de dinheiro, de trabalho, de conhecimento, de reconhecimento, de amor...

Perdemos a medida interna que nos diz:  - Hoje vc deu o seu melhor.  - Isso é o bom o suficiente para o momento.  - Tenho ferramentas suficientes para fazer o que preciso agora.  - Não tenho clareza e garantias de onde isso vai dar, mas é o que precisa ser feito.

Quando vc sente a suficiência interna, vc alcança o sentido de realização todos os dias! Você celebra suas conquistas todos os dias. Você reconhece seus resultados e aprendizados todos os dias. Você dorme feliz e satisfeito e confia na abundância da vida. Confia que no próximo dia tudo será diferente e ao mesmo tempo perfeito.


Facilitando reuniões e processos com a Sociocracia, fica muito nítido perceber quando um grupo chega nesse estado junto. As tensões no corpo se esvaem, os questionamentos cessão, a sensação de preenchimento é enorme, de que não há o que mudar nesse momento (mesmo que nossa mente saiba que possa ser melhor), a culpa, e as coisas que mente nos fala sobre não estarmos dando o suficiente ao projeto/grupo se calam, não há dúvidas de que estamos no lugar certo no momento certo e com as pessoas certas! Seja lá o que vier, seja lá o que acontecer depois disso, o que importa é que somos todos responsáveis pela decisão, estamos todos juntos nesse barco e o que nos resta é celebrar!



4 visualizações0 comentário